Site Overlay

Ânima dispara 26%; Vale sobe; Locaweb e Méliuz despencam e lideram perdas do dia

As ações de Locaweb e Méliuz ficaram no topo das principais quedas do Ibovespa no pregão desta terça-feira (30), que fechou com desvalorização em meio aos impactos da fala do presidente-executivo da farmacêutica Moderna. O executivo alertou que as vacinas contra a covid-19 existentes não seriam tão eficazes contra a variante ômicron do coronavírus quanto são contra a delta.

Na outra ponta, os papéis de CCR (CCRO3) e Yduqs (YDUQ3) subiram 6,95% e 4,35%, respectivamente, liderando as altas da sessão desta terça-feira.

Fora do Ibovespa, e na contramão dos principais ativos da bolsa, os papéis da Ânima disparavam após a companhia anunciar a venda de 25% de sua subsidiária para a DNA Capital. Confira os destaques registrados no dia:

Méliuz e Locaweb

A Locaweb (LWSA3) fechou o dia com uma perda de 10,09%, para R$ 13,19. A companhia também ficou com uma das maiores desvalorizações no acumulado do mês de novembro. A Méliuz (CASH3) caiu 9,12%, para R$ 2,99, no pregão desta terça.

Vale

Na contramão, a Vale (VALE3) subiu 0,65%, para R$ 69,95,  após os contratos futuros do minério de ferro chinês saltarem mais de 6% nesta terça-feira, impulsionados pela recente demanda de reabastecimento das siderúrgicas, enquanto as siderúrgicas caíram. Veja abaixo:

Ativo Variação em %USIM5-0,8CSNA3-3,46GGBR40VALE30,65

Ânima

A Ânima (ANIM3) fechou em alta de 26,63%, para R$ 8,56. Na máxima do dia, o papel da empresa de educação chegou a valer R$ 8,64.

A alta ocorre após a companhia informar a venda de 25% na Inspirali, que é a sua subsidiária voltada para a educação médica, para a gestora DNA Capital por R$ 1 bilhão. Os recursos serão direcionados para a expansão orgânica, aquisições e investimentos mais pesados em tecnologia na Inspirali.

De acordo com a análise da Levante Investimentos o aporte financeiro da DNA também terá a função de reduzir o endividamento da Ânima, que hoje gira em torno de 4,1 vezes o lucro antes de juros, impostos, amortização e depreciação (Ebitda, na sigla em inglês), valor que aumentou consideravelmente por conta da aquisição da Laureate Brasil, no valor de R$ 4,4 bilhões.

Na visão da Levante, o aporte do fundo DNA na Ânima deve destravar valor para a companhia, alavancando seu crescimento em medicina.

“Como o DNA Capital possui forte expertise em healthcare, assim, a transação deve trazer impactos positivos para a Ânima, de forma que espera-se uma reação positiva nas ações ANIM3 no curto prazo”, afirmou a casa.

Destaques do mês

Principais quedas

Ativo Variação no mês em %NTCO3-31,39LWSA3-27,92MGLU3-27,84ASAI3-16,61BPAN4-15,27

Principais altas

TIMS322,99LCAM317,44DXCO316,25IGTI1114,98ENGI1114,82

Veja também