Site Overlay

B2W lidera alta do Ibovespa; Embraer registra a maior queda

A B2W (BTOW3) terminou a sexta-feira (16) liderando as altas do Ibovespa, principal índice da B3. Veja a cotação do Ibovespa hoje. Os papéis da varejista encerraram em alta de 4,15%, negociados a R$ 68.

Na mínima, o preço chegou a R$ 65,59, e na máxima R$ 69,46, com volume financeiro de R$ 760,7 milhões, quase seis vezes o montante de R$ 135,8 milhões do pregão da véspera. Na semana, a companhia registrou avanço de 3,16%.

A partir de segunda-feira (19), as ações da empresa, que após a fusão com a Lojas Americanas passou a se chamar americanas s.a., passam a ser negociadas sob o ticker AMER3.

A Construtora Tenda (TEND3) também encerrou o dia com valorização de 2,23%, negociada a R$ 25,63. O preço das ações oscilou entre R$ 25,26 e R$ 25, 67, com volume financeiro de R$ 27,6 milhões, quantias duas vezes maior ante os R$ 13,5 milhões do pregão de ontem. Na semana, a alta é de R$ 5,91%.

A valorização ocorre após a construtora reportar um aumento de 49% nas vendas líquidas no segundo trimestre de 2021, em relação ao mesmo intervalo do ano passado, para R$ 858 milhões.

A oferta líquida (VSO) alcançou indicador recorde de 34,3%, aumento de 3,9 pontos percentuais na mesma análise de comparação.

Em relatório, Gustavo Cambauva e Elvis Credendio, analistas do BTG Pactual, afirmaram esperar uma reação positiva aos resultados operacionais da companhia. Para a dupla, os números financeiros, que ainda serão divulgados pela construtora, devem superar o guidance, com o aumento nos preços de venda compensando, em parte, a alta dos custos no setor de construção.

Na contramão, as ações da EZetec e MRV ,que registravam leve alta pela manhã, após divulgação de prévias operacionais, encerraram em queda de 0,75% e 2,18%, respectivamente.

A maior baixa do Ibovespa foi a Embraer (EMBR3, com queda de 4%, a R$ 17,54, próximo da mínima de R$ 17,44. Na máxima, chegou a valer R$ 18,46.

A fabricante de jatos anunciou que convocou assembleia de acionistas para 16 de agosto. Na ocasião irá eleger dois ex-executivos da Airbus e da Boeing para seu conselho de administração.

Veja também