Site Overlay

BK Brasil reduz prejuízo no 2º tri para R$ 97,1 milhões na comparação anual

BK Brasil (BKBR3), dona das marcas Burger King e Popeyes no Brasil, registrou prejuízo líquido R$ 97,1 milhões no segundo trimestre de 2021, uma redução em relação a perda de R$ 186,8 milhões registrada no mesmo intervalo do ano passado. A companhia divulgou balanço financeiro na noite desta quinta-feira (5).

A  receita operacional líquida da rede de restaurantes somou R$ 567,9 milhões no período, alta de 94% se comparada ao mesmo período do ano anterior, quando cerca de 60% das operações estavam fechadas, informou a companhia em relatório. A BK reiterou que teve cerca de 40% dos seus restaurantes fechados em abril, com a reabertura a níveis  próximos  de 90% no decorrer de maio e junho.

O lucro antes de juros, impostos, amortização e depreciação (Ebitda, na sigla em inglês) da empresa somou R$ 3,1 milhões, ante um resultado negativo de R$ 96,3 milhões em igual intervalo do ano passado, com margem do indicador positiva em 0,5%, ante fatia negativa de 32,9% na mesma análise de comparação.

Em relatório, a BK informou que as vendas digitais, representadas por delivery, totem e aplicativo, apresentaram recorde no trimestre ao totalizarem R$ 187 milhões, alta de 75% se comparada ao ao segundo trimestre de 2020, representando 33,3% da receita da empresa, versus fatia de 36,9% entre abril e junho de 2020.

“Vale ressaltar que no segundo trimestre as vendas de balcão foram significativamente impactadas com os fechamentos e restrições de fluxo, contribuindo para o aumento de participação do canal delivery naquele período”, informou a empresa.

As vendas comparáveis nos mesmos restaurantes da rede BKB subiu 6,9% e no Popeyes avançou 48,8%.

Veja também