Site Overlay

Carteira de small caps da Easynvest sobe 6 vezes mais que Ibovespa no semestre

A carteira Small Caps da Easynvest by Nubank acumulou uma alta de 39,3% no primeiro semestre de 2021, uma valorização seis vezes maior do que o principal índice da B3, o Ibovespa (IBOV), que no mesmo período subiu 6,5%.

Já o índice Small Caps (SMLL) teve um retorno de 11,2% no primeiro semestre, três vezes menor do que a carteira da Easynvest by Nubank.

Considerando o retorno desde seu lançamento, em 1 de outubro de 2020, a carteira disparou 59,7%, enquanto os índices Small Caps e Ibovespa saltaram 33,3% e 32,8%, respectivamente.

imagem02-07-2021-23-07-23

Segundo Murilo Breder, analista responsável pela carteira, a escolha das companhias que integram este portfólio tem como base a análise fundamentalista e a combinação de ativos anticorrelacionados entre si.

O objetivo da carteira é superar o índice Small Caps (SMLL) no longo prazo, por meio do investimento em companhias com valor de mercado de até US$ 1 bilhão e menos negociadas na B3. A estratégia de Murilo contempla a formação de um portfólio equilibrado em busca da melhor relação risco-retorno.

A carteira é recomendada para investidores arrojados que tenham experiência com ativos na bolsa de valores. No entanto, o analista destaca que investidores de perfil moderado também podem usufruir da oportunidade, alocando aos poucos e experimentando o risco destas ações.

Entre os principais diferenciais da carteira estão:

  • Simplificação: alto retorno via uma seleção de poucos e excelentes ativos.
  • Potencial de valorização: por se tratar de empresas de menor porte, as oportunidades de crescimento ainda são abundantes quando comparadas com as grandes empresas da Bolsa.
  • Diversificação: fora do radar da maioria dos investidores, as small caps são pouco correlacionadas com as empresas blue chips, o que traz uma excelente diversificação ao investidor de perfil mais arrojado.

Atualmente nove companhias integram a carteira, todas com alocação entre 5% e 15%. São estas: Aeris (AERI3), CSU Cardsystem (CARD3), Ferbasa (FESA4), Kepler Weber (KEPL3), Petz (PETZ3), BrasilAgro (AGRO3), Aura Minerals (AURA33), Irani (RANI3) e Sinqia (SQIA3).

Na série small Caps InvestNews você pode conferir mais informações sobre estas companhias: