Site Overlay

Estudo aponta que salário mínimo ideal deveria ser de R$ 5.330,69 em abril

Um estudo feito pelo DIEESE (Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos) em 17 capitais brasileiras aponta que o salário mínimo necessário para uma família de quatro pessoas, com dois adultos e duas crianças, se manter deveria ser de R$ 5.330,69 no mês de abril.

Este valor é 4,85 vezes o salário mínimo atual vigente de R$ 1.100.

No mês de março, o valo mínimo necessário para manter este tipo de família deveria ter sido de R$ 5.315,74, 4,83 vezes o piso em vigor.

O salário foi calculado de acordo com o custo médio da cesta básica de alimentos, que entre março e abril de 2021, subiu em 15 cidades e caiu em outras duas, segundo pesquisa do DIEESE.

A cesta básica mais cara foi a de Florianópolis com um custo de R$ 634,53, que representa 62,36% do salário mínimo atual. E um tempo de trabalho necessário para adquirir os produtos de 126 horas e 55 minutos.

Ainda entre as cestas básicas mais caras estavam: São Paulo (R$ 632,61), Porto Alegre (R$ 626,11) e Rio de Janeiro (R$ 622,04).

Já a cesta com menor custo foi a de Salvador (R$ 457,56), que representa 44,97% do salário mínimo atual. E um tempo de trabalho necessário para adquirir os produtos de 91 horas 31 minutos.

O tempo médio necessário para comprar os produtos da cesta nas 17 capitais, no mês de abril, ficou em 110 horas e 38 minutos. Este foi maior do que em março, quando foram necessárias 109 horas e 18 minutos para adquirir uma cesta básica.

Se for considerado o salário mínimo líquido, aquele após os descontos da Previdência Social (7,5%), o trabalhador brasileiro comprometeu em abril 54,36% da sua renda para comprar alimentos básicos.