Site Overlay

ETF com exposição a mercados emergentes asiáticos estreia na B3

Um novo ETF (fundo de índice), com exposição a empresas de mercados emergentes asiáticas, estreou nesta segunda-feira (28) na B3. O Trend ETF MSCI Asia ex-Japão iniciou as negociações com o código ASIA11 e o valor inicial de cada cota foi de R$ 10.

O ETF vai replicar o desempenho do índice iShares MSCI All Country Asia ex Japan, com exposição a mil empresas de países como Hong Kong, Taiwan, Coreia do Sul, Índia, China, Singapura e Tailândia.

O ETF terá 40% de exposição ao setor de tecnologia. Entre as principais posições do fundo de índice estão companhias como Taiwan Semiconductor (7%), Tencent Holdings (5,8%), Alibaba (5,4%) e Samsung (4,6%).

Por replicar o retorno do MSCI All Country Asia ex Japan, o ETF terá exposição cambial ao dólar e as moedas dos países emergentes que integram o índice.

A taxa de administração é de 0,30% ao ano sobre o valor investido. O ASIA11 também terá cobrança do Imposto de Renda de 15% sobre o ganho nas negociações.

O ativo é indicado para quem busca diversificar a carteira investindo em países que estão na vanguarda da tecnologia e inovação global.

A gestão é realizada pela XP Asset, gestora da XP Investimentos. Com o ASIA11, a B3 já soma 42 ETFs listados, sendo 15 referenciados a índices internacionais.