Site Overlay

Há bons motivos para crer que economia dos EUA reabrirá, diz presidente do Fed

Presidente do Federal Reserve (Fed), Jerome Powell afirmou, durante entrevista coletiva após decisão de política monetária da entidade, que há “bons motivos para crer” que a economia dos Estados Unidos vai reabrir e os gargalos na oferta serão resolvidos, apoiando o crescimento da atividade e esfriando a alta inflação do país.

Caso isso não ocorra, porém, Powell disse que o Fed está preparado para eventuais cenários diferentes do previsto, e deverá agir com sua política monetária a partir do que mostrarão os dados. “Nossa política continuará a se adaptar apropriadamente”, notou.

Segundo ele, o BC americano espera ter mais clareza sobre a trajetória econômica a partir do primeiro semestre de 2022. Atualmente, segundo ele, a atividade e o emprego nos EUA ainda são afetados pela variante delta do coronavírus.

O mercado de trabalho dos EUA parece estar posicionado para ter uma criação mais forte de empregos em breve, disse Powell, após ressaltar que a meta de máximo emprego deve ser condizente com a estabilidade de preços, também almejada pela entidade monetária.

Na quinta-feira, o Fed decidiu iniciar o processo de retirada dos estímulos monetários, em processo conhecido como tapering. Segundo Powell, o Comitê federal de Mercado Aberto (Fomc, na sigla em inglês) ainda não planejou como ficará seu balanço após o término do tapering.

Entre outros assuntos, o dirigente esclareceu que a política do Fed em relação às mudanças climáticas ocorre dentro dos mandatos existentes no BC. Ele ainda negou pedido para comentar sobre sua eventual recondução ao cargo de presidente do BC americano.

Veja também