Site Overlay

Ibovespa termina semana abaixo dos 130 mil pontos; dólar sobe

O Ibovespa, principal índice da B3, fechou em baixa nesta sexta-feira (11), em dia de instabilidade nos negócios da bolsa. A queda acontece apesar do cenário externo relativamente tranquilo, com bancos entre as maiores pressões de baixa, enquanto Embraer continua entre os destaques positivos. Já o dólar teve alta sobre o real.

O Ibovespa caiu 0,49% aos 129.441 pontos. Veja a cotação do Ibovespa hoje. Na mínima do dia, o índice chegou aos 128.678 pontos. Na semana, o Ibovespa caiu 0,53%.

Já o dólar subiu 1,21%, comercializado a R$ 5,1271. Na máxima do dia, chegou a 5,1387. Na semana, a moeda subiu 1,85%.

No exterior, na visão da economista-chefe da plataforma de investimentos da Consulenza, Helena Veronese, o quadro mais tranquilo reflete a percepção de que dados recentes da inflação dos EUA aparentemente não mudam a política monetária do Fed.

Das notícias internas, o setor de serviços do Brasil cresceu mais do que o esperado em abril, mas iniciou o segundo trimestre ainda abaixo do patamar pré-pandemia diante da intensificação das medidas de contenção ao coronavírus no país. A alta foi de 0,7%, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Destaques da bolsa

BRF (BRFS3) terminou em alta de 3,94% após disparar mais de 14%, tendo no radar notícia de “O Globo” de que a rival JBS estuda um contra-ataque à Marfrig para supostamente avançar sobre o controle da dona das marcas Sadia e Perdigão. JBS (JBSS3) e Marfrig (MRFG3) caíram 0,03% e 0,21%, respectivamente.

Já as ações de Lojas Americanas (LAME3 e LAME4) e B2W (BTOW3) caíram 0,75% e 1,17%, respectivamente. A fusão entre as duas empresas foi aprovada em votação das Assembleias Gerais Extraordinárias.

Itaú Unibanco (ITUB4) caiu 1,18%, em sessão de ajustes após semana mais positiva para os papéis, que ainda acumula elevação de cerca de 1,4% no período. BRADESCO PN recuava 1,14%, também pesando no Ibovespa.

Embraer (EMBR3) subiu 5,1%, ampliando a forte alta do dia anterior, quando anunciou que sua empresa de transporte aéreo urbano Eve iniciou discussões para eventual combinação de negócios com empresa de propósito específico de capital aberto nos EUA. Além disso, o Bank of America elevou a recomendação dos ADRs da Embraer para “compra”.

Bolsas mundiais

Wall Street

Os principais índices de Wall Street encerraram a sessão desta sexta-feira com uma alta modesta ao fim de uma semana marcada por poucos catalisadores que movimentassem o mercado e por preocupações com a possibilidade de os picos inflacionários persistirem e levarem o Fed a endurecer sua política monetária mais cedo do que o esperado.

  • Dow Jones teve variação positiva de 0,04%, para 34.479,6 pontos
  • S&P 500 ganhou 0,19%, para 4.247,44 pontos
  • Nasdaq teve alta de 0,35%, para 14.069,42 pontos

Europa

As ações europeias atingiram uma máxima recorde nesta sexta-feira, impulsionadas pela esperança de que os principais bancos centrais continuarão com uma postura expansionista apesar dos sinais de aumento da inflação, enquanto uma recuperação das mineradoras impulsionou as ações do Reino Unido.

  • Em LONDRES, o índice Financial Times avançou 0,65%, a 7.134,06 pontos.
  • Em FRANKFURT, o índice DAX subiu 0,78%, a 15.693,27 pontos.
  • Em PARIS, o índice CAC-40 ganhou 0,83%, a 6.600,66 pontos.
  • Em MILÃO, o índice Ftse/Mib teve valorização de 0,31%, a 25.717,42 pontos.
  • Em MADRI, o índice Ibex-35 registrou alta de 0,78%, a 9.205,00 pontos.
  • Em LISBOA, o índice PSI20 valorizou-se 0,82%, a 5.146,71 pontos.

Ásia e Pacífico

As ações da China fecharam em baixa, pressionadas por empresas financeiras e de bebidas alcoólicas, e registraram a segunda semana de perdas seguida.

  • Em TÓQUIO, o índice Nikkei recuou 0,03%, a 28.948 pontos.
  • Em HONG KONG, o índice HANG SENG subiu 0,36%, a 28.842 pontos.
  • Em XANGAI, o índice SSEC perdeu 0,58%, a 3.589 pontos.
  • O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em XANGAI e SHENZHEN, retrocedeu 0,89%, a 5.224 pontos.
  • Em SEUL, o índice KOSPI teve valorização de 0,77%, a 3.249 pontos.
  • Em TAIWAN, o índice TAIEX registrou alta de 0,32%, a 17.213 pontos.
  • Em CINGAPURA, o índice STRAITS TIMES desvalorizou-se 0,14%, a 3.157 pontos.
  • Em SYDNEY o índice S&P/ASX 200 avançou 0,13%, a 7.312 pontos.

Veja também:

(*Com informações de Reuters)