Site Overlay

NFTs atingem US$ 25 bi em 2021, mas há sinais de desaceleração

De desenhos de macacos a videoclipes, as vendas de tokens não fungíveis (NFT) atingiram cerca de US$ 25 bilhões em 2021, mostraram dados da empresa de acompanhamento do mercado DappRadar divulgados nesta segunda-feira (10) e que sinalizaram para uma desaceleração do crescimento.

O volume de vendas de NFT totalizou US$ 24,9 bilhões em 2021, em comparação com apenas US$ 94,9 milhões no ano anterior, segundo os dados da DappRadar. A empresa coleta dados em dez blockchains diferentes, que são usados ​​para registrar quem possui os NFTs.

As estimativas de volumes variam de acordo com o provedor de dados, dependendo do que está incluído. As transações que ocorrem “fora da cadeia”, como grandes vendas de arte NFT em casas de leilão, muitas vezes não são capturadas.

A CryptoSlam, que também rastreia vários blockchains, disse que o total de 2021 foi de 18,3 bilhões de dólares. A NonFungible.com, que rastreia apenas o blockchain ethereum, estima as vendas em 2021 em 15,7 bilhões de dólares.

As vendas atingiram o pico em agosto, depois caíram em setembro, outubro e novembro, antes de subirem novamente em dezembro, mostraram os dados do maior mercado de NFT, o OpenSea.

Isso não parece estar relacionado com as flutuações no preço das criptomoedas, que costumam ser usadas para comprar NFTs, já que o bitcoin e o ether se valorizaram no período de setembro a novembro.

Cerca de 28,6 milhões de carteiras negociaram NFTs em 2021, contra 545.000 em 2020, disse a DappRadar.

Mercado de NFTs é concentrado

Apenas 10% dos negociadores responderam por 85% de todas as transações NFT, segundo pesquisa publicada na revista Nature.

Enquanto a venda de NFT mais cara conhecida foi de US$ 69,3 milhões, uma faixa de preço comum foi de US$ 100 a US$ 1.000, disse a NonFungible.com.

Os NFTs colecionáveis ​​foram a categoria mais popular, seguida pela de arte, disse o NonFungible.com. Algumas das vendas de NFT de valores mais elevados envolveram terrenos em ambientes de metaverso online.

A empresa de investimento em ativos imobiliários em mundos virtuais Republic Realm comprou um espaço no metaverso The Sandbox por US$ 4,3 milhões em novembro.

Os preços de alguns NFTs subiram tão rápido no ano passado que especuladores muitas vezes “fliparam” para terem lucro em questão de dias.

Veja também